segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

ACOLHE ACALMA


Água destilada e límpida
Nuvens formando limbos
Flores e folhas espalhadas
Bem- te -vi fazendo ninho
O vento soprando lento
Aquela brisa de maresia
Me adormece de mansinho
Um leve sono do desejo
Lânguida noite por vir
A alma vagueia com um desesperar
Que logo naufraga ao te encontrar
Embebida com sede de amor
Oh! brisa que adormeci
Me faz despertar devagar
Tímida e nua em seu leito
Na sombra da tua pele
Quero me deleitar...
by Lunna
 

3 comentários:

  1. O Poema e a musica formam uma dupla sensacional adorei, parabens pelo talento amiga! Bjooooosss

    ResponderExcluir
  2. Que poema mais lindo Luna de um profundidade maravilhosa

    ResponderExcluir